Tia Guida

Olá meus curiosos, há muito que não vos prendava com um devaneio mas tenho andado com falta de tempo... maldito tempo. 24 horas são poucas e na nossa azáfama constante esquecemo-nos de algumas coisas a que devíamos dar atenção!

Este tempo passa tão rápido que, quando damos conta, já passou o Natal e estamos em contagem decrescente rumo a um Novo Ano.

Hoje propus-me parar tudo e dedicar-me um pouco ao meu abandonado blog! 2017 vai ser mais produtivo. Fica a promessa...
Então cá vamos.
Venho falar-vos de um livro que acabei de ler!

Tia Guida
De André Fernandes
" ...encontramos o equilíbrio da certeza de que a vida é volátil demais para estar a ser desperdiçada. Se amam, estejam. Se se preocupam, mostrem. Se acreditam, avancem. Se sonham, vivam. Nada é garantido, a não ser isso mesmo. Façam do momento presente o melhor momento possível.
      E façam-no agora." 
Resultado de imagem para Tia Guida De André Fernandes
Um livro difícil de ler, não por vocabulário ou palavras difíceis mas ... pelo seu conteúdo e pelo seu tema...

Uma doença que infelizmente afeta cada vez mais pessoas, não importa a idade, está mesmo ao virar da esquina!
O Cancro.

Damos a vida como algo adquirido, por garantido, mas ela é frágil, precária, incerta, susceptível de acabar a qualquer momento sem avisar. Vale a pena saborear cada dia, cada hora e cada minuto, são únicos e não voltam.

Como costumo dizer - O Homem foi feito para amar e a vida sem amor não faz sentido.

Neste livro, está bem patente o quanto o amor faz parte integrante da vida  e como pode ajudar quem sofre com o cancro, uma doença terrível e difícil de combater por ter tratamentos muito fortes e que deixam quem dele padece muito debilitado. Só mesmo um grande amor pela vida faz ter coragem para esta grande luta.
Resultado de imagem para Tia Guida De André Fernandes
Encontramos muitos sentimentos e muitas lutas por uma batalha difícil de travar. Dá-se importância a pequenas vitórias e a pequenos momentos, não se "perde tempo" com o que não importa, aproveita-se cada momento como se fosse o último e vive-se realmente, verdadeiramente.

Deixo aqui um apelo....

Não esperem por uma partida do destino para começar a viver, façam-no todos os dias, vivam intensamente como se não houvesse amanhã. A vida é muito curta para a desperdiçar-mos com superficialidades, dêem valor ao que realmente importa e interessa...

Eu vou tentar, façam o mesmo! 

1 comentário

Obrigada por alegrares o meu dia com a tua preciosa opinião.

Não te esqueças de carregar no botão "notificar-me" para saberes o quanto aprecio a tua opinião e te respondo.